Metamorfose

Postado por Caio D'Andréa em

Era 2014 e vislumbrar a possibilidade de se fazer um estúdio de design especializado em música eletrônica no interior do Paraná era tão insano quanto soa. 
Via Skype, atendíamos clientes de mente aberta que nos propiciavam a tão sonhada liberdade criativa e com ela, nossa arte chegou à Europa e até livro chinês de Op Art estampou nossos flyers.

 

 

 Tudo corria milagrosamente bem, entretanto, em nossos corações, germinava a necessidade de expressar-se para além dos anseios de nossos clientes e de vestir pessoas que, assim como nós, acreditam em um mundo melhor através da arte.

 Em outubro de 2016, festejamos o lançamento de nossas primeiras camisetas. Eram quatro estampas, onde cada pessoa que sintonizava nossa frequência nos aproximava cada vez mais de nossa essência e descobria histórias contadas por uma marca que também se descobria.

 Lançamos, em novembro de 2017 “A Máquina de Decifrar Religiões”, coleção composta por sete estampas que nasceram da necessidade de ilustrar uma intensa jornada em busca da fé.

 Um autobiográfico vídeo clipe dava suporte conceitual à série. 

 

Cinco meses depois, lançamos a identidade visual do portal de música eletrônica Alataj, e a partir de então decidimos nos despedir da prestação de serviço para dedicar-nos a projetos estritamente autorais.

Meditamos e chegamos a conclusão de que nos últimos dois anos e meio fizemos da “cápsula” nosso casulo e que somente enquanto estúdio de design fazia sentido “pôr no graphitti”, então a partir do momento que nos metamorfoseamos em streetwear e a grafia já não mais nos acompanhava, nos tornamos, então, Pornograffiti.  

Em comemoração, lançamos a Pornô, nossa primeira camiseta institucional, em uma edição exclusiva e estampadas com a sua tiragem. Produzimos 47 unidades mas apenas 25 serão comercializadas. Compre um pedaço de nossa história aqui.
 

0 comentários

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados